Aracaju, 05 de Junho de 2020

Regina Duarte deixa cargo de secretária da cultura

20/05/2020 16h:45 - Por redação - Foto: Wikipedia
A atriz Regina Duarte deixa o cargo de secretária da Cultura do governo Bolsonaro, após processo de “fritura”. Ela assumiu a secretaria em 4 de março. A presidência da República criou uma saída “ honrosa” para a atriz, que foi remanejada para a Cinemateca Brasileira.

Desde que assumiu a secretaria da Cultura, Regina Duarte se desentendeu, inclusive, com a classe artística. Em entrevista recente, na CNN, a atriz cometeu diversos deslizes, que resultou num manifesto, por escrito, da classe artística. Entre outras “bizarrices”, como avaliou a imprensa nacional, a ex-secretária da Cultura teria enaltecido a ditadura e minimizado as mortes por Covid-19.
 
Em seu perfil numa rede social, logo após deixar o cargo, Regina Duarte manifestou seu descontentamento com parte do setor cultural. “Vou lutar sempre por escapar do ambiente raivoso que acontece sempre no setor, um grupo que trabalha quotidianamente não para construir nada mas para separar os criadores da arte, impondo o atraso, impondo a conexão de TODOS.”
 
A ala mais conservadora do governo Bolsonaro também estava insatisfeita com a atriz, alegando que Regina Duarte não estava presente, pois despachava de São Paulo e não de Brasília.
 
Até o momento, um dos nomes mais cotados para substituir Regina Darte na secretaria da Cultura é o ator Mário Frias.
 
 
Comentários