Aracaju, 19 de Junho de 2021

Após sete dias de julgamento, Luis Felipe Manvailler é condenado por morte da advogada Tatiane Spitzner

11/05/2021 09h:35 - Por Redação- Foto: Reprodução Facebook

Luis Felipe Manvailer, 34 anos, foi condenado a 31 anos, 9 meses e 18 dias de reclusão pelo homicídio qualificado de sua mulher, a advogada Tatiane Spitzner, de 29 anos. O juiz Adriano Scussiatto condenou o biólogo em primeira instancia e afirmou que a vítima vivia um relacionamento abusivo com Manvailer.

 

A condenação de Manvailer foi qualificada como assassinato feminicídio, por meio cruel, motivo fútil, além de fraude processual por limpar vestígios de sangue de Tatiane. O réu também foi condenado a indenizar os familiares de Tatiane em R$ 100 mil por danos morais.

 

A advogada Tatiane Spitzner foi encontrada morta no dia 22 em julho de 2018, depois de uma queda do quarto andar do prédio em que morava com Manvailer, em Guarapuava, no Paraná.

 

Comentários