Aracaju, 06 de Dezembro de 2021

Mulheres brasileiras têm a melhor olimpíada da história

08/08/2021 09h:06 - Por Redação Foto: Divulgação

 

 

As atletas brasileiras conseguiram  o melhor desemprenho da história em uma olimpíada.  O Brasil garantiu 21 medalhas, sendo 9 conquistadas  pelas mulheres.  

 

Em relação ao total de ouros que o Brasil leva para casa, as mulheres também se saíram muito bem: 3 das 7 medalhas douradas obtidas pelo Brasil em Tóquio.

 

Veja quem são as atletas brasileiras que entraram para a história dos jogos olímpicos Tóquio/2020, seja pela maior representatividade ou pelos exemplos de superação e competência.

 

 

Ginástica Artística

                                                                                   

                                                                                                          Foto: Reuters

            

                                          Rebeca Andrade : duas medalhas nesta olimpíada

 

 

A ginasta Rebeca Andrade, que conquistou duas medalhas –  uma de  ouro e outra prata –, é um dos grandes destaques desta olimpíada.  Mulher, preta e da periferia, Rebeca virou exemplo para centenas de brasileiras. Não é à toa que o Comitê Olímpico do Brasil (COB) escolheu a ginasta para porta-bandeira do Brasil na cerimônia de encerramento da competição.

 

 

Maratona aquática

 

                                                                                                  Fonte: Twitter

         

                         Ana Marcela  conquistou ouro na maratona aquática 

 

 

A brasileira Ana Marcela Cunha conquistou a medalha de ouro na prova dos 10 quilômetros (km) da maratona aquática nesta  Olimpíada de Tóquio (Japão). Ela venceu a prova na terça-feira (3) na Marina de Odaiba com o tempo de 1h59min30s8.

 

Na carreira, a baiana de 29 anos já foi eleita seis vezes a melhor atleta do mundo em maratonas aquáticas. Além disso, ela é tetracampeã mundial em provas de 25 km (2011, 2015, 2017 e 2019) e campeã pan-americana em Lima (2019) na prova de 10 km.

 

Skate Street

 

                                                                                   Foto:  Sergio Perez/ Reuters

             

                      A Rayssa Leal conquistou a primeira medalha brasileira no Skate feminino 

 

 

A skatista Rayssa Leal, a Fadinha, garantiu logo no início desta Olimpíada a medalha de prata. Aos 13 anos, Rayssa  se tornou a mais jovem da história brasileira a subir no pódio num torneio feminino.

 

 

Judô

 

                                                                                 Foto: Reprodução Twitter

          

                                         Mayra Aguiar: exemplo de persistência 

 

 

Mayra Aguiar  foi bronze na Olimpíada de Londres 2012, bronze na Rio 2016, e novamente bronze, nos Jogos Olímpicos de Tóquio. A gaúcha Mayra Aguiar, 29 anos, é um exemplo de superação: após uma séria lesão e a sétima cirurgia da carreira, ela subiu pela terceira vez a um pódio olímpico,  após terminar na terceira colocação no judô feminino, categoria até 78kg.

 

 

 

Tênis

 

                                                                   Reprodução : Twitter

           

                                  Laura Pigossi e Luisa Stefani felizes com o bronze

 

 

Laura Pigossi e Luisa Stefani ganharam o bronze no tênis feminino de duplas.  As brasileiras fizeram história, pois esta é a primeira medalha olímpica nessa categoria no Brasil.

 

Vela

 

                                                                          Foto:   Reprodução Instagram

           

                                 As bicampeãs olímpicas Martine Grael e Kahena Kunze

 

 

A dupla Martine Grael e Kahena Kunze faturou  ouro na vela. Esta medalha colocou as  velejadoras na seleta relação de oito mulheres bicampeãs brasileiras olímpicas.

Além de Martine e Kahena, figuram na lista Fabi Alvim, Fabiana Claudino, Jaqueline Carvalho, Paula Pequeno, Sheilla Castro e Thaisa, campeãs nos Jogos de 2018 (Pequim) e de 2012 (Londres).

 

 

Vôlei feminino

 

 

                                                                                    Foto:  Reprodução Twitter

           

                                                      Seleção de voley feminino é prata!

 

A seleção de vôlei feminino não conseguiu vencer a seleção feminina dos EUA, na madrugada deste domingo (8). No entanto, trazem a prata para casa, após uma bela campanha nas olimpíadas de Tóquio.

 

 

Boxe

 

                                                                 Foto: Reprodução Instagram

             

                                                 A baiana Bia faz história mesmo em segundo lugar

 

Beatriz Ferreira, 28 anos, traz para o Brasil a medalha de prata. A irlandesa Kellie Anne conseguiu vencer a brasileira na madrugada deste domingo (8).

 

Mesmo ficando na segunda colocação, Bia faz história, sendo a primeira no Brasil que chegou a uma final olímpica feminina em sua modalidade.

 

 

Comentários