Aracaju, 11 de Maio de 2021

Kim Kardashian adere campanha contra discurso de ódio e congela o Facebook e o Instagram em protesto

15/09/2020 19h:45 - Por Redação Fonte: Instagram

 

A celebridade Kim Kardashian West publicou nesta terça-feira, 15, em suas redes sociais, que vai congelar suas contas no Facebook e no Instagram. A ação é parte de uma campanha que ela e outras celebridades apoiam para que as plataformas de mídia social impeçam a disseminação do ódio e da desinformação.

 

Em sua conta no Instagram, Kardashian West postou:


"Adoro poder me conectar diretamente com você através do Instagram e do Facebook, mas não posso ficar sentada e calada enquanto essas plataformas continuam a permitir a disseminação de ódio, propaganda e desinformação - criadas por grupos para semear divisão e separar a América - apenas para tomar medidas após as pessoas serem mortas. A desinformação compartilhada nas redes sociais tem um sério impacto nas nossas eleições e mina a nossa democracia. Junte-se a mim amanhã, quando estarei “congelando” minha conta do Instagram e do FB para dizer ao Facebook para #StopHateForProfit. Link em bio para obter mais informações sobre como preservar a verdade." ( Trad. nossa)

 

A campanha  #StopHateForProfit ( "Pare de lucrar com o ódio”) tomou corpo esse ano, principalmente após dezenas de grandes empresas, a exemplo da Unilever e da Coca- Cola, boicotarem suas publicidades no Facebook. Mais de 160 companhias já se comprometeram em participar do boicote.

 

Celebridades e atores estão aderindo ao boicote também.  Jennifer Lawrence e Sacha Baron Cohen, assim como Kardashian, tuitaram nesta terça-feira pedindo ao Facebook que faça mais para impedir a disseminação de desinformação.

 

As ações do Facebook caíram logo após a publicação de Kim Kardashian West. Ela tem uma das 10 contas mais seguidas no mundo: são 188 milhões de seguidores só no Instagram.

 

Comentários