Aracaju, 06 de Dezembro de 2021

Jornalista Clarissa Ward chama atenção do mundo em sua cobertura do Talibã no Afeganistão

19/08/2021 15h:14 - Por Com informações da CNN Foto: Reprodução CNN

 

 

Enquanto o mundo assiste às trágicas cenas em Cabul, capital do Afeganistão, uma jornalista de 41 anos, coberta com um “abaya” (uma espécie de manto preto) e um celular em punho, percorre as ruas da cidade reportando o que acontece ao vivo.

 

A jornalista Clarissa Ward, da rede CNN, vem chamando atenção do mundo na sua cobertura, considerada de alto risco. Com o retorno do Talibã ao poder, desde o último domingo(15), fica cada vez mais perigoso uma mulher circular pelas cidades afegãs.   

 

Apesar do perigo iminente, Clarissa mostra precisão e calma diante da situação e até quarta-feira (18) seguia  descrevendo desdobramentos dos acontecimentos no Afeganistão, reconquistado pelo Talibã após a retirada das tropas americanas.

 

Ward é veterana em coberturas de guerras e política externa americana no Oriente Médio. Ela está na CNN desde 2015.  Mas, apesar de sua experiência em situações semelhantes, e dos sucessivos elogios dos espectadores, sua situação causa preocupação. “Estamos preocupados com sua segurança”, disse um usuário do Twitter.

 

Apesar do Talibã estar tentando mostrar um discurso mais moderado para o mundo, já existem inúmeros relatos de mulheres que foram agredidas e abusadas, mesmo estando dentro de suas casas.  

 

 

Comentários