Aracaju, 11 de Maio de 2021

O sucesso na recolocação ao mercado de trabalho depende da evolução profissional

Segundo o diretor executivo do Institute For Business Excellence, Alexandre Slivnik, é imprescindível se atualizar e desenvolver novas habilidades para voltar ao trabalho
22/02/2021 08h:44 - Por Ascom - Foto: Pexels

A recolocação no mercado de trabalho pode ser algo muito difícil, especialmente com todas as situações que vêm ocorrendo nos últimos meses. Por esse motivo é importante avaliar as oportunidades com cuidado e não deixar de desenvolver as habilidades que são cada vez mais importantes em empresas.

 

O professor de MBA em Gestão de Empresas, Alexandre Slivnik, ressalta a importância do desenvolvimento contínuo durante o tempo de recolocação. “Período de recolocação não pode ser encarado como férias. Atualmente muitos profissionais de departamentos de recursos humanos estão interessados em saber se o candidato fez algum tipo de curso, quais foram os livros que leram ou palestras que assistiram no tempo em que não estavam trabalhando. Não é possível se apoiar em qualquer desculpa, uma vez que existem conteúdos de excelência gratuitos na internet”, relata.

 

De toda forma, também é importante estar preparado para passar um longo período em busca de um novo emprego, dependendo do nível hierárquico é possível passar meses em casa. Algumas áreas, no entanto, possuem recolocações mais rápidas, como as de tecnologia, engenharia e na saúde também, que estão constantemente precisando de mão de obra.

 

Slivnik também recomenda boas práticas durante a recolocação no mercado de trabalho. “A transparência durante um processo seletivo é fundamental para evitar que haja qualquer desentendimento ao começar um novo trabalho. Hoje, muitos profissionais trocam experiências sobre os funcionários. Por isso, é muito importante construir uma base de confiança desde o começo”, conta o especialista.

 

Vale lembra que também é possível optar por movimentos diferentes. Alexandre, por exemplo, cita questões como a busca por oportunidades que fogem da zona de conforto, como em outras cidades, o trabalho a distância ou mesmo em diferentes tipos de atividades. “Independentemente da idade, da experiência e qualquer outra característica, é essencial que os candidatos estejam dispostos a aumentar suas chances ao abrir o leque de aprendizado e conveniência”, finaliza.

 

                                                                            Foto: Facebook

                                          

 

 

Alexandre Slivnik  autor de diversos livros, entre eles do best-seller O Poder da Atitude. É diretor executivo do IBEX – Institute for Business Excellence, sediado em Orlando / FL (EUA). É Vice-Presidente da Associação Brasileira de Treinamento e Desenvolvimento (ABTD) e diretor geral do Congresso Brasileiro de Treinamento e Desenvolvimento (CBTD). É professor convidado do MBA de Gestão Empresarial da FIA / USP. Palestrante e profissional com mais de 20 anos de experiência na área de RH e Treinamento. na Universidade de HARVARD (Graduate School of Education - Boston/ EUA). www.slivnik.com.br

Comentários