Aracaju, 02 de Julho de 2020

Em Aracaju, mulheres denunciam violência pelas redes sociais

02/06/2020 10h:25 - Por Da Redação Foto: Pixabay

 

 

Seguindo uma tendência em todo o país, circulou nas redes sociais, na última semana de maio, uma hashtag(#exposedaracaju) de crimes contra as mulheres.  Os relatos no Twitter, principalmente no dia 31 de maio, falam de abusos que teriam acontecido em diversas escolas e locais em que a vítima estava cercada de “amigos”.

 

Além do Twitter( #exposedaracaju), as denúncias também estão no Instagram, neste último com cerca de 100 posts. Várias pessoas já entraram nas redes sociais para demonstrar apoio às mulheres que tiveram a coragem de relatar suas histórias. O perfil @abusoexpondoaju, no entanto, foi retirado, coincidentemente, logo após o Departamento de Grupos Vulneráveis ter anunciado na imprensa local que estava acompanhando o caso.

 

 No último dia 26 de maio, o Conecte Mulher divulgou o uso das redes sociais por parte das mulheres brasileiras para denunciar e relatar suas dolorosas experiências, através da  #justicaportodasnos. Muitas delas disseram que se calaram, até o momento do relato nas redes sociais, por medo ou vergonha e encontraram coragem para denunciar após os relatos de outras mulheres.

 

O DAGV pede às vítimas que compareçam na unidade policial para que o relato e a comunicação oficial do fato seja feito às autoridades policiais. Caso os crimes tenham ocorrido após o ano de 2018, esses podem ser apurados a partir das informações das redes sociais.

Comentários