Aracaju, 19 de Junho de 2021

Depilação: quais as técnicas mais indicadas para o inverno

10/05/2021 09h:17 - Por Ascom - Foto: Freepik

Poucas coisas melhoram nossa autoestima tanto quanto uma pele bem cuidada. E se a preocupação com nosso próprio bem-estar já era essencial antes, com a necessidade de mantermos um isolamento social rígido este tema ganhou ainda mais importância. Afinal, a pandemia do covid-19 mudou não só o cenário econômico mundial, mas também alterou drasticamente a rotina e os hábitos das pessoas, impactando em nossa saúde emocional.          

 

“No momento em que vivemos é indispensável nos sentirmos bem com os outros e também conosco. Se olhar no espelho e gostar do que vê, sem ter preocupação com padrões impostos, têm uma ação muito positiva no nosso dia-a-dia”, afirma Evangelina Gomes, enfermeira e especialista em Luz Pulsada da Depyl Action.

 

Conheça, a seguir, as opções de depilação mais indicadas  durante esse período.     

 

 

Depilação com cera

 

O procedimento é realizado durante todo o ano, mas no inverno, com as temperaturas mais baixas, enfrenta a resistência de algumas pessoas. No entanto, Evangelina alerta que a estação mais fria é uma aliada para a remoção dos pelos.

 

“No inverno, a depilação tem um papel importante na renovação das células mortas. Nos dias mais frios, geralmente tomamos menos água e mais banhos quentes, e isto causa o ressecamento da pele. A depilação permite uma melhora da pele e uma sensação de hidratação profunda”, comenta a especialista da Depyl Action.

 

A especialista ressalta que nas estações frias estamos menos expostos ao sol, o que ajuda no tratamento da pele pós-depilação. “A combinação de sol e depilação não é indicada. E não devemos esquecer o protetor solar: mesmo sem sol, a proteção contra os raios UV é importante”, destaca.

 

De acordo com Evangelina, a depilação com cera morna é melhor do que a com cera fria para remover os pelos nos dias mais frios, entretanto a depilação a laser e com luz pulsada são as mais indicadas para o período, pois, recomenda-se que a pessoa após passar por esses procedimentos não se exponha ao sol, o que é mais fácil no inverno.

 

“Por causa da temperatura, a cera morna ajuda a abrir os poros da pele, o que facilita a retirada dos pelos pela raiz e sem muita dor”. Ela ainda recomenda o procedimento com cera de abelha. “Este tipo de cera é indicado para todas as peles e regiões do corpo. Por ser a base de mel, auxilia na hidratação e clareamento da pele, é cicatrizante, antisséptico e reduz ainda mais a sensibilidade para a retirada dos pelos. É importante evitar ceras com componentes à base de limão, para não manchar a pele”.

 

Por fim, a especialista destaca a necessidade de se redobrar os cuidados com a hidratação: "Nos dias mais frios, a nossa pele tende a ficar mais ressecada. Por isso, a esfoliação também não pode ser deixada de lado. Ela é essencial para evitar foliculite e pelos encravados. Aposte em hidratantes de qualidade que contenham Aloe vera e camomila em sua composição”, recomenda a enfermeira especialista em Luz Pulsada.

 

 

Depilação com linha

 

Esse procedimento tem a capacidade de remover os pelos inteiros pela raiz. O método, que pode ser realizado na área facial e corporal, ativa a circulação e elimina células mortas.

 

“A depilação com linha diminui a produção de pelos. O tratamento promove a renovação celular, não agride a pele e afina os pelos, mas não é indicada para quem tem alguma lesão”, destaca.

 

 

Depilação a laser e com luz pulsada

 

A praticidade e agilidade da depilação a laser ganhou fãs em todo o Brasil. Nesta época, a procura aumenta bastante, principalmente para quem não gosta muito do método convencional e quer se livrar dos pelinhos por mais tempo. A especialista da Depyl Action explica que o procedimento elimina em torno de 95% dos pelos. Segundo Evangelina, para quem mora em regiões onde o inverno tem temperaturas mais baixas esses métodos são os mais indicados.

 

“É importante destacar que nem sempre o inverno tem baixas temperaturas. No Nordeste, por exemplo, as temperaturas tendem a ser mais altas, nesse caso, quem optar pela depilação a laser e com luz pulsada deve estar atento e evitar a exposição ao sol”, comenta.

 

“A depilação a laser age sobre o folículo piloso, impedindo o crescimento de um novo pelo. Geralmente, para um resultado mais completo, são indicadas até 10 sessões. O procedimento também trata todos os tons de pele, combate a foliculite e reduz os pelos encravados”, ressalta.

 

 

 

 

 

Comentários