Aracaju, 18 de Novembro de 2018

Terceira Mente Diferente: Marisa Helena de Carvalho.

23/04/2018 14h:30 - Por Da Redação
Article cover big 49a7034a33f119e2

Após se recuperar, Marisa voltou a trabalhar no seu consultório. Um dia, a oncologista Vanessa de Carvalho Fabrício pediu para ela tratar gratuitamente da saúde bucal de um adolescente com câncer. Marisa aceitou na hora. Algum tempo depois, mais duas crianças vieram pedir a mesma ajuda. Ela atendeu a esses pedidos entre uma consulta e outra.

 

Observando a movimentação, os pacientes começaram a perguntar e ela contava o que estava fazendo. Comovidos, eles então resolveram ajudar financeiramente na aquisição de novos materiais para poder atender mais pessoas. E assim nasceu o Instituto Sorrir Para Vida.

 

A proposta inicial era cuidar de pacientes oncológicos. Contudo, com o tempo e por conta dos voluntários, o instituto passou a cuidar também de pessoas especiais, como autistas, portadores da Síndrome de Down e deficiências neurológicas.

 

Um dos grandes desafios enfrentados no começo foi conseguir dentistas voluntários. O que ela ouvia bastante era que “nem relógio trabalhava de graça”. Porém, isso não foi motivo para essa mente diferente desistir. Aos poucos, ela foi tocando o coração de pessoas dispostas a fazer mais pelo próximo e hoje o instituto tem 20 voluntários consolidados para atender uma média de 15 a 20 pacientes por dia.

 

O mais emocionante é ver toda persistência e dedicação a esse trabalho fazendo a diferença na vida de muitos brasileiros. Segundo Marisa, há pacientes que chegam ao consultório querendo desistir, mas depois de um tempo essa ideia passa a não existir mais, pois eles voltam a ter motivos para sorrir. Isso é o mais gratificante. E o maior sonho dela é justamente este: devolver o sorriso e a vida para mais pessoas.

 

Esses pouco mais de 10 anos de luta, solidariedade e doação fazem de Marisa Helena de Carvalho uma mente diferente e inspiradora.

Comentários