Aracaju, 24 de Maio de 2018

Empresárias contam como conciliar a vida profissional e a maternidade

Confira os depoimentos das empreendedoras que administram as duas funções diariamente
08/05/2018 09h:26 - Por Redação
Article cover big 5e292eec641837e9

Trabalho e filhos. Um dilema para muitas mulheres que decidem empreender ou continuar com a sua função profissional e se dedicar também a maternidade.

 

Luzia Costa (37) é uma empresária de sucesso. Mulher, mãe do Kaio (17) e Renata (10), e CEO do Grupo Cetro (detentor das marcas Sóbrancelhas e Beryllos) que supera diariamente as dificuldades da conciliação entre vida pessoal e profissional. Veja seu depoimento abaixo e se inspire:

 

"Comecei a investir em algo próprio por meu filho Kaio. Íamos toda semana na igreja, e eu não tinha dinheiro para pipoca, por isso levava de casa. Quando ele reclamou que estava fria e pediu para trocar, foi o momento que tive certeza que precisava mudar a história dele. E então decidi fazer dinheiro.

 

E em todos os meus negócios, desde os biscoitos amanteigados, carrinho de lanches, lanchonete, pizzaria, eu me dividia em produzir os alimentos e cuidar dele, levando para escola, conciliando as brincadeiras e vendas, por exemplo.

 

Quando fui trabalhar no litoral norte paulista, já tinha também a Renata, e enquanto os dois brincavam na praia, eu fazia massagens. E a noite, meu marido, cuidava deles enquanto eu atendia as clientes a domicílio.

 

Os filhos são nossa base e nunca podem ser vistos como algo que é necessário se abdicar dos seus sonhos profissionais. No meu caso, foi o gás que eu precisava para mudar de vida.

 

Hoje, o Kaio com 17 anos, tem interesse e se dedica a conhecer cada setor da empresa e se prepara para assumir os negócios no futuro.

 

Para conciliar os filhos e o trabalho é necessário que você tenha um propósito e mostrar para os filhos o quanto é respeitável seu negócio, e eles terão o mesmo entusiasmo e até mesmo o reconhecimento do seu papel.

 

No meu dia-dia, eu sempre arrumo tempo de almoçar ou jantar com eles, saber como estão nos estudos, acompanhar a vida social deles e nunca deixo o trabalho consumir esse tempo precioso com a família. O meu negócio e meus filhos são os maiores prazeres da minha vida".

 

Vindo ao encontro da história empreendedora da Luzia Costa, do setor de Beleza e Bem Estar, Leiza Oliveira, CEO da rede educacional Minds Idiomas, conta como fez nesses 10 anos como empreendedora para conciliar os dois filhos e as 70 escolas que têm ao mesmo tempo:

 

                             

 

 

"Organização é a chave de tudo. O Erick já é moço hoje, tem 12 anos, mas tenho que acompanhar de perto os seus estudos. O meu menor, o Enzo, tem 6 anos e me demanda mais atenção e brincadeiras.No estudo ele é exemplar.

 

Como as minhas 70 escolas ficam nas 5 regiões do país tenho que me planejar anualmente para visitar cada unidade. Tenho muito o apoio da minha mãe nas viagens e claro falo com as crianças todos os dias.

 

No começo foi difícil para ambos se acostumarem com as viagens, mas aos poucos e com a minha atenção diária foram aceitando. Acredito na divisão do tempo e nisso sou boa. Tem que ter foco, dormir as 8 horas diárias e a disposição vem para o trabalho, lazer e para os meus pequenos".


 

 




 

Comentários