Aracaju, 11 de Dezembro de 2017

Goretti Reis na abertura do II Seminário Tecendo a Rede

24/11/2017 00h:14 - Por Alese - Por Assessoria Parlamentar
Article cover big b2abbabe185c0902

Na manhã de ontem, 23, a presidente da Frente Parlamentar em Defesa das Mulheres, deputada Goretti Reis participou do II Seminário Tecendo a Rede: construindo caminhos para o enfrentamento da violência contra a mulher e a abertura feita pelo presidente do Tribunal de Justiça de Sergipe (TJSE), desembargador, Cezário Siqueira Neto que saudou a todos e lamentou que em pleno século XXI ainda seja preciso se reunir para falar de violência contra a mulher. Para ele os homens nunca alcançarão superioridade em relação a mulher. O presidente da Alese, deputado Luciano Bispo também participou.

 

As palestras iniciais ficaram por conta da assistente social, Jane Curbane que falou sobre Tecendo Redes e da juiza de direito, Iracy Mangueira apresentou o Fluxo de Atenção à Mulher/Intersetorialidade. Em seguida foi formada a Mesa para apresentar o funcionamento da Rede de Atendimento à Mulher: Atores e ações. Na ocasião Goretti Reis falou sobre as ações da Frente Parlamentar, a exemplo da busca junto ao Governo para a implantação da Patrulha Maria da Penha em Sergipe. Diversas visitas a órgãos que recebem a mulher vítima, como IML, Maternidade Nossa Senhora de Lurdes,DAGV e o próprio TJ. Além da realização de reuniões e Seminários visando a redução da violência contra a Mulher. Também participaram da Mesa as deputadas Ana Lúcia e Maria Mendonça, a delegada do DAGV, Mariana Diniz, Maria Aparecida Filgueira do Núcleo de Apoio a Vítima de Violência (NUDEM), Maria Teles, Adélia Pessoa (OAB/CMDM), juíza Iracy Mangueira (TJ-SE), e Gicele Mara do Ministério Público.

 

Para Goretti trabalhar em rede é a solução porque fortalece a execução da política pública. “Aqui temos mais um evento de sucesso. Auditório lotado de profissionais que compõem a rede de atenção contra a violência doméstica e familiar, são professores e estudantes de direito, saúde e educação.Temos vários parceiros, como TJ, MP, OAB, Alese, Secretarias de Assistência Social, da Segurança Pública, DAGV, Conselho Municipal dos Direitos da Mulher, Abrapso, UFS e Coletivo de Mulheres, todos com o mesmo foco e objetivo. Esse Seminário só vem somar forças e construir caminhos e fluxo para a questão da violência contra a mulher. Que a causa seja abraçada por todas as entidades e que possamos empoderar cada vez mais as mulheres.Esse evento colabora para que no futuro não tenhamos dados que assustam tanto a sociedade. Precisamos reduzir o número de feminicídio”, concluiu a parlamentar.

 

 

Texto e foto: Por Assessoria Parlamentar

Comentários