Aracaju, 11 de Dezembro de 2017

Projeto prioriza atendimento a mulher agredida em exame pericial

Hoje, este tipo de prioridade não é previsto na legislação
05/09/2016 09h:49 - Por Agência Câmara de Notícias
Article cover big 8e8e20b198bb3866
Foto: Arquivo/Conecte

A Câmara dos Deputados analisa uma proposta que altera a Lei Maria da Penha (Lei 11.340/06) para garantir às mulheres vítimas de violência doméstica e familiar prioridade na realização de exames periciais. A medida está prevista no Projeto de Lei 5346/16, do deputado Laudívio Carvalho (SD-MG).


De acordo com ao Código de Processo Penal (Decreto 3.689/41), a realização desse tipo de exame é obrigatória sempre que o delito deixar vestígios. Hoje, este tipo de prioridade não é previsto na legislação.


Segundo o autor, o objetivo é evitar que a demora na realização da perícia prejudique ou inviabilize a condenação do culpado.


A proposta será analisada em caráter conclusivo pelas comissões de Defesa dos Direitos da Mulher; de Segurança Pública e Combate ao Crime Organizado; e de Constituição e Justiça e de Cidadania.

Comentários