Aracaju, 24 de Junho de 2018

Coluna

Post a28f54601f0685fa

Cara a cara com alguém muito especial: Você!

Por Eliana Barbosa

Coach de relacionamentos, psicoterapeuta, articulista de jornais e de revistas de circulação nacional e internacional, autora de vários livros no campo do autodesenvolvimento, apresentadora de programas em TV e rádio, e ministra palestras e cursos transformacionais no Brasil e nos Estados Unidos.
www.elianabarbosa.com.br
eliana@elianabarbosa.com.br

 

22/08/2016
Sentimentos fatais para sua saúde
Article cover big adcf180187aba79f

 

Neste ritmo acelerado que levamos nossa vida, muitas vezes deixamos de olhar para dentro de nós, de observar nossos pensamentos e sentimentos e acabamos pagando um alto preço por isso, com os mais diversos problemas que se manifestam em nossa saúde.

 

 Vamos, então, refletir sobre quatro dos muitos sentimentos que podem lhe trazer dor e sofrimento:

 

 1. BAIXA AUTOESTIMA – Quando sua autoestima não é boa, você se abandona,  tem sentimentos de rejeição em relação a si mesmo, se deprecia, não se cuida, não se alimenta direito, não faz exercícios físicos, não dorme bem... Já reparou a energia de pessimismo com que você alimenta sua alma? E essa dificuldade de se posicionar, de dizer “não” quando é preciso? E quem acaba sofrendo com esse descuido é o seu corpo, na forma de obesidade ou má nutrição, dores generalizadas, dor de cabeça, acne, problemas digestivos, etc.

 

 2. MÁGOA – Este é o sentimento mais nefasto para a sua saúde, porque cada pensamento ressentido vai se cristalizando dentro de você e dando sinais de que algo não vai bem em seu corpo – hemorroidas, enxaqueca, intestino preso, artrite, bursite, reumatismo, tumores, quistos, fibromas, e a mais triste das doenças que é o câncer (causado por mágoas profundas guardadas por longo tempo).

 

 3. CULPA – Um sentimento que gera em você a necessidade de se punir, e que reflete em seu corpo na forma de muitas dores, coceira, acne, impotência, insônia, etc.

 

 4. MEDOS – São tantos os tipos de medo (da crítica, da autoridade, da perda do amor dos outros, de desagradar, da velhice, do prazer, da pobreza, da mudança, etc.) que,  da mesma forma, várias são as doenças que se manifestam, tais como diarreia, frigidez, apendicite, colesterol, dor nos joelhos, retenção de líquidos, paralisia, problemas nas pernas e nos pés, ciática, etc.

 

Entenda que as doenças, em sua grande maioria, não são causadas somente por um tipo de sentimento tóxico, mas pela combinação de vários deles. Por isso, vigilâncias mental e emocional, trocando cada pensamento negativo por um pensamento de realização, de gratidão e saúde plena, irão gerar em você sentimentos saudáveis e felizes! Seu corpo agradecerá!

 

 E guarde bem o que diz a terapeuta norte-americana Louise Hay: “Se estamos doentes, devemos nos perguntar a quem estamos precisando perdoar”.

 

 O perdão, a meu ver, é o remédio mais extraordinário e eficaz que existe, mas que, infelizmente, ainda poucos sabem usar. 

 

 

(*) coach de relacionamentos, psicoterapeuta, articulista de jornais e de revistas de circulação nacional e internacional, autora de vários livros no campo do autodesenvolvimento,  apresentadora de programas em TV e rádio, e ministra  palestras e cursos transformacionais no Brasil e nos Estados Unidos
Conheça melhor as suas atividades profissionais no site www.elianabarbosa.com.br
Contato: 
eliana@elianabarbosa.com.br

 
 
Envie seu comentário