Aracaju, 22 de Outubro de 2018

Coluna

Post c647c930266f0c5a

Viajando com Acácia Trindade

Por Acácia Trindade

Acácia Trindade é jornalista há 30 anos. Repórter , editora de Turismo e foi diretora do Jornal da Cidade e de Comunicação do Tribunal de Contas de Sergipe. Atualmente está chefiando a Ouvidoria da Corte de Contas. Mantém uma página sobre Turismo no Facebook - Viajando com Acácia Trindade. Agora passa a fazer parte do time do Conecte Mulher

 

09/04/2018
Salgado das águas termais
Article cover big fc6118704d4032ba

Quem passa por Salgado, a 53 quilômetros de Aracaju, é quase obrigado a parar para saborear o tradicional beiju feito de coco, tapioca, sal e açúcar. A fabricação é tratada como uma verdadeira arte, utilizando o forno de barro. A receita foi passada de mãe para filho. Há várias gerações, é tratada como um verdadeiro segredo. As iguarias são comercializadas em um bar e restaurante em um posto na entrada da cidade, que virou um ponto de parada obrigatória de quem vai para a região Centro Sul do Estado ou faz o caminho inverso.



Salgado detém um alto potencial turístico por ter também o status de Cidade das Águas, por possuir uma fonte com altas qualidades medicinais, localizada no Balneário Público de Salgado, importante atrativo turístico de todo Nordeste. Foi justamente essa fonte que deu origem ao nome do município.

 

Ao seu redor foi se formando uma povoação que se denominou inicialmente de ¨Pau-Ferro¨ em virtude dos exemplares dessas madeiras existentes nas mediações. Mais tarde, o nome foi substituído por ¨Salgadinho¨ por força do gosto característico da água encontrada na fonte de água termal, que possui na sua composição química o cloreto de sódio, o magnésio e outros minerais, deixando seu sabor meio salobro. O nome definitivo veio depois: Salgado.

 

Atrativos

 

O município também possui outros atrativos, como a Estação Ferroviária construída em 1911, o Mercado Municipal, a Igreja Matriz (1937), artesanatos, comidas típicas, a Chácara João XXIII (1966), o Parque Aquático do Timbó e importante manifestações culturais como o Casamento Caipira, Festa de Reis (festa mais antiga que o próprio município), danças folclóricas e festas populares.

 

Localizada na cidade de Salgado, a Chácara João XXIII é um espaço para se desfrutar da tranquilidade, do convívio com a natureza e da comida caseira. A chácara oferece piscinas, quadra de esporte, sala de jogos, barzinho, auditório, capela, refeitório, apartamento e espaços para lazer.

 

Festa de Reis

 

É um dos maiores eventos do município. Não se sabe com exatidão quando a Festa de Reis começou a ser celebrada em Salgado, mas há informações de que é mais antiga que o próprio município. Durante a festa, acontecem apresentações folclóricas, feira de artesanato, parques de diversão e shows artísticos. São três dias de evento, contribuindo para o fortalecimento da cultura popular e para a diversão de todos.

 

Por sua vez, a Festa do Senhor do Bomfim é celebrada todos os anos no mês de janeiro. A igreja, junto à comunidade, celebra novenas, missas, shows religiosos e uma grande procissão pelas ruas da cidade, evento que encerra as festividades. A festa do Senhor do Bomfim é o marco do calendário religioso do município.

 

Folclore de Salgado

 

O município de Salgado é rico em manifestações folclóricas, representadas pelos vários grupos de capoeira, quadrilhas juninas, Reisado dos Idosos, casamento caipira, grupo de zabumbeiro, repentistas, músicos, Filarmônica Senhor do Bomfim, Festa do Padroeiro Senhor do Bomfim e samba de coco.

 

O artesanato é uma das grandes riquezas culturais do município. A atividade, que ajuda a movimentar a economia da cidade, possui um grande número de artesãos. Eles produzem bordados, crochês, trabalhos com cipó, pintura de tecido e tela, escultura de argila e madeira. Além de aquecer a economia local, o artesanato é uma forma de geração de renda.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 
 
Envie seu comentário