Aracaju, 25 de Junho de 2018

Coluna

Post 15432ba51c8d43d8

O Caminho 3T

Por Giridhari Das

É mestre espiritual brasileiro e autor de livros de autoaprimoramento e autorrealização em yoga. Seus ensinamentos podem ser vistos em palestras, livros e vídeos gratuitos na internet e ao vivo no Yoga Resort e Fazenda Retiro que fundou na Chapada dos Veadeiros, o Paraíso dos Pândavas. O foco de seus conhecimentos é o Caminho 3T, onde ele transmite centenas de dicas, fatos e técnicas testadas pelo tempo e confirmadas pela ciência para o autoaperfeiçoamento. Sua linhagem espiritual é originária da Índia, há mais de 5.100 anos, e remonta o legado de grandes mestres como Srila Prabhupada (1896-1977), Chaitanya Mahaprabhu (1486-1534), tocando os ensinamentos do próprio Senhor Krishna, relatados na Bhagavad-gītā. Ele foi iniciado em 1996 por Srila H.D. Goswami Acharyadeva. Ele é pai dos meninos Bryn Govardhana e Macsen Krishna e esposo de Charana Renu Dasi. A mensagem do mestre espiritual Giridhari Das, ou simplesmente Guiri, traz a busca dos valores internos que a alma anseia viver, e não o que a vida mundana tenta nos convencer como certo.

18/12/2017
O sentimento de perda é um chamado para o despertar.
Article cover big 0f04f0bad5be07cb

A perda traz grande sofrimento. Mas qual a base deste sofrimento? O que está por trás disso? Tem como desarmarmos esta fonte de dor ou diminuir a dor da perda que estamos sentindo? Aqui vamos ver como lidar com perda.

 

Primeiro uma meditação: “se você perdeu algo, é porque aquilo não era verdadeiramente seu”.

 

O que se perdeu não foi a pessoa ou objeto. Aquilo nunca foi “seu”. Você não é proprietário último de nada e ninguém. Você perdeu a ilusão que aquilo era seu.

 

É isso que está lhe trazendo tanta dor. O brutal reencontro com a realidade que nada é seu incomoda aquele que baseou sua vida na ilusão que a felicidade vem de ter coisas e pessoas.

 

Nem seu corpo é seu. Você fez seu corpo? Eu não fiz o meu. Uma pedra, um fio de algodão, água, terra... nada disso é seu. Você não consegue fazer nada disso. Para quem já ativou sua devoção, o conceito fica fácil de entender: tudo é de Deus. Tudo pertence a Ele.

 

Este conceito é fundamental ao yoga e central ao viver em paz aqui no mundo: nada lhe pertence. Você é só você. A consciência. A alma.

 

Por isso que as coisas entram e saem de sua vida sem seu controle. Porque não são seus. Quando não entendemos isso, irremediavelmente vem a lição na forma do sentimento doloroso de perda.

 

E quando perdemos um ente querido? É terrível. Muita dor. Mas aquela pessoa não era “sua”. Não é “seu” irmão ou “sua mãe”. Você nunca teve posse sobre esta pessoa. É uma alma eterna que veio cumprir este papel e agora se foi. Todo relacionamento aqui tem começo e fim. Eu nasci, vou morrer. Você nasceu, vai morrer. A dor da separação pode ser aliviada por uma dose de realidade: a pessoa sempre viveu e continuará vivendo. Só encerrou seu tempo dentro daquele relacionamento.

 

Você é um turista. Está de passagem. Chegou com nada e ninguém e vai sair sem nada nem ninguém. Tudo que tem é emprestado. É para usar durante um tempo. A única coisa absolutamente certa na vida é que você não vai levar nada nem ninguém com você.

 

O sentimento de perda é um chamado para o despertar. Temos que acordar para nossa realidade interna. Mesmo que você não acredita em alma e Deus, ainda assim não pode negar que você é consciência e que sua experiência de vida é interna, metafísica.

 

E é por isso que todo e qualquer passo que der nesta direção interna vai lhe trazer gigante bem-estar. Mudar objetivos extrínsecos por objetivos intrínsecos, valorizar a paz, o bem-estar emocional, o amor... tudo isso vai lhe trazer resultados enormes e lhe poupar do sofrimento que vem em manter seu foco em dinheiro, coisas, status social, etc.

 

No livro “O Caminho 3T” (www.3T.org.br), que agora está com uma 2ª tiragem com novos apêndices, você encontrará tudo que precisa para fazer esta mudança e cada vez menos sofrer com o sentimento de perda.

 

 

Para mais sobre este assunto da morte, veja: https://www.youtube.com/watch?v=0szu1fLLRuI e também: https://www.youtube.com/watch?v=iQobg-TMMy4.

 

 

Envie seu comentário