Aracaju, 24 de Abril de 2018

Coluna

Post 135e91c45cdeb016

A Gente se Entende

Por Suely Buriasco

Treinamentos em resolução de conflitos e coaching para equipes, familiares e pessoais.
Aprenda a administrar conflitos e fortaleça suas relações!

 

Suely Buriasco é  consultora em Mediação Corporativa, Mediação de Conflitos e Coach, atuando nos estados de São Paulo e Mato Grosso do Sul.

Educadora graduada em Estudos Sociais e pós-graduada em Docência Superior e Mediação de Conflitos e MBA em Gestão Estratégica de Pessoas.  É articulista de jornais e sites, sempre abordando temas que incentivam o autoconhecimento e a busca pelo equilíbrio, harmonia e sabedoria. Possui dois livros publicados pela "Novo Século"Editora": Uma Fênix em Praga e Mediando Conflitos no relacionamento a dois.



Agende sua consulta através do telefone 11 3254-7420 ramal 143
WhatsApp 11- 993514566
www.sburiasco.com.br

16/07/2015
Crianças de férias, o que fazer?
Article cover big a030184a626d1826

Férias das crianças deveriam ser tudo de bom, mas a verdade é que, muitas vezes, se transformam num tormento, principalmente quando pai e mãe trabalham fora e os dias de folga não coincidem. Não há dúvida de que a mudança na rotina dos filhos provoca preocupação e requer algumas adequações no funcionamento do lar. Com quem deixar as crianças? Como entretê-las? Como administrar horários? São algumas das questões que precisam ser atendidas na prática.
 

Como as decisões que envolvem os filhos ainda são mais da alçada feminina, esse é um período em que as mães encontram grande dificuldade para conciliar todos os seus afazeres. Com isso o nível de estresse pode subir muito e o resultado não é nada alentador: mãe nervosa e impaciente. Então a casa vira um cenário de brigas e reclamações, uma verdadeira tortura para todos os envolvidos. Mas não precisa ser assim, programar uma nova rotina é uma forma eficaz de não se desesperar e permitir que as crianças curtam os dias de folga.
 

Por mais que as decisões acabem sendo tomadas por você, não abra mão de reunir a família para uma conversa; é interessante que as crianças participem e sejam ouvidas com atenção. Exponha as dificuldades e aguarde os debates de ideias e, só então, sugira as soluções práticas que você já havia preparado para o momento. Faça com que todos se sintam considerados e, para tanto, procure não ser inflexível e controladora.
 

Algumas dicas podem ajudar:
 

1-Passar mais tempo com os parentes
 

Quando existe a possibilidade das crianças ficarem com os avós ou parentes próximos essa pode ser uma ideia muito boa, afinal é uma forma de promover também o entrosamento familiar. O contato das crianças com os avós ou algum familiar querido é um privilégio que costuma ser guardado na memória delas como referência de boas lembranças da infância.
 

2- Passeios monitorados
 

Quando os filhos são maiores uma boa opção são os acampamentos ou viagens monitoradas. Também existem as chamadas colônias de férias nas quais os filhos ficam apenas durante o dia ou meio período. Algumas escolas promovem esse tipo de passeio que atendem às necessidades dos pais, bem como ao gosto dos filhos que aproveitaram o tempo junto aos colegas.
 

3- Aproveite a folga deles
 

Mas se nada disso for possível, o melhor é estabelecer um plano que mesmo não sendo o ideal, pode ser interessante. Então use seus momentos de folga para passeios com seus filhos; aproveite e saia da rotina também. Se eles tiverem que ficar sozinhos em casa, combinar o que vão fazer é uma maneira inteligente de manter as coisas sob controle. Esse pode ser um período muito propício para melhorar o diálogo, incentivar bons hábitos e passar mais tempo juntos.
 

O importante é ter em mente que muito se pode fazer para que as férias dos filhos sejam um momento de alegria para todos; com esse propósito fica muito mais fácil fazer as adequações necessárias.

Envie seu comentário