Aracaju, 12 de Dezembro de 2017

Astrologia

Post 74312d343c829f80

Cibele Lemos  é jornalista e trabalha com a cartomancia há 20 anos em Aracaju. A descoberta e desenvolvimento de sua espiritualidade se deu quando estudante, período em que resolveu se aprofundar no universo da cultura cigana. Os atendimentos são realizados na Magia Cigana e o contato para consultas é pelo número 3042-1934.

18/11/2014
Criança Cigana
Article cover big 072242f507c0865d
Para o povo cigano a criança é o recomeço e a continuação da raça, a certeza de que suas tradições não se perderão no vento. Assim que nascem são tratadas com mimo, sem que a mãe deixe de mostrar limites das coisas. É também a mãe quem cuidará da sua educação pessoalmente, fazendo com que a criança possa aproveitar ao máximo o período da infância. Que é quando desfruta mais intensamente da companhia das fadas, dos anjos e dos personagens oníricos, com quem convive diariamente.
Quando nasce um cigano sua avó oferece o pão das três fadas. Isso serve para que o recém nascido tenha sorte, saúde e prosperidade. A criança é então banhada numa pequena banheira ou num tacho, numa mistura de água natural, vinho, flores, metais, ervas e perfumes. Estes ingredientes e o próprio ritual do banho do recém nascido apresentam algumas variações de clã para clã.
Na verdade, o primeiro batismo da criança acontece quando a mãe sopra aos seus ouvidos um nome que apenas ela conhecerá. O banho da sorte faz parte deste ritual. 

O banho da sorte e da fortuna
Num belo tacho de cobre são colocadas ervas aromáticas frescas, vinho,.mel ou açúcar, uma pitada de sal, ouro, prata e um perfume delicado. Este banho atrai fortuna e boa sorte para o bebê. É realizado no primeiro mês de nascimento.